Radiografia panorâmica: saiba o que é e para que serve

Radiografia. Você certamente conhece ou até já realizou esse exame alguma vez, certo? E a radiografia panorâmica, você sabe o que é?

Devido aos avanços tecnológicos na medicina, é possível se deparar com exames antes não conhecidos, como o raio x panorâmico. Esse procedimento é fundamental para a avaliação da coluna vertebral, membros inferiores e patologias silenciosas.

Para entender mais sobre o assunto, continue acompanhando este conteúdo até o final. Boa leitura!

Conheça a radiologia panorâmica

A radiografia panorâmica é um exame de imagem realizado para visualizar, de forma precisa, uma região do corpo, como a coluna vertebral ou os membros inferiores.

O exame é um verdadeiro aliado dos profissionais de saúde, podendo ser empregado pelas mais variadas áreas, principalmente o setor ortopédico, uma vez que, com um raio x panorâmico, desvios de coluna e estudos de alinhamento dos membros inferiores são identificados.

Esse procedimento possibilita, ainda, a identificação de diagnósticos silenciosos, que nada mais são do que aqueles casos nos quais não se tem dor ou desconforto como sintoma. 

Vantagens da radiografia panorâmica 

Devido à qualidade das imagens captadas por meio das radiografias panorâmicas, o profissional consegue visualizar as diferentes estruturas anatômicas, identificando patologias e os melhores procedimentos para os pacientes.

Mesmo sendo um procedimento pouco comentado, ele proporciona diversos benefícios para os pacientes, tendo como principais:

  • avaliação detalhada da estrutura óssea;
  • imagens mais claras e de fácil visualização, o que ajuda no momento de explicar um diagnóstico;
  • posicionamentos simples e sem dificuldades para ser realizado;
  • diagnóstico mais rápido quando se tem desvios de coluna ou de membros inferiores;
  • nenhum incômodo para os pacientes que apresentam algum tipo de fratura.

A aplicação dessa tecnologia no setor radiológico é fundamental, principalmente quando se trata da detecção de doenças que poderiam passar despercebidas em exames mais simples e sem ampla visualização.

Como ocorre esse tipo de radiografia e em quais situações é indicada

A radiografia panorâmica pode servir para inúmeras áreas da saúde, justamente por se tratar de um exame que pode diagnosticar os mais diferentes problemas e doenças.

Realizá-la não demanda nenhuma preparação prévia, o único ponto de atenção é o fato de o paciente ter que se manter imóvel durante todo o procedimento. 

É um exame rápido, com duração de aproximadamente 10 minutos e conta com as seguintes etapas:

  • o paciente deve retirar todos os objetos pessoais, principalmente itens metálicos, incluindo brincos, anéis, prendedores de cabelo e óculos;
  • em casos específicos, é obrigatório o uso de roupas para proteção contra a radiação;
  • o paciente deve ser posicionado corretamente, de acordo com as orientações dos profissionais, tudo para garantir uma melhor captura de imagens.

O exame pode ser indicado para situações específicas, como na identificação de problemas de desvios no eixo da coluna e nos membros inferiores.

Raio x panorâmico de coluna vertebral

O principal objetivo em realizar uma radiografia panorâmica de coluna vertebral é o diagnóstico da escoliose. 

Esse tipo de exame oferece uma visualização completa de ângulos lateral e frontal, possibilitando uma análise de toda a estrutura vertebral.

Para casos em que não se tem uma visualização completa, o exame não é recomendado, pois os diagnósticos podem não ser tão precisos.

Raio x panorâmico dos membros inferiores

Quando utilizado para os membros inferiores, o exame possibilita uma visualização frontal dos membros do corpo humano, incluindo, principalmente, as pernas. Nesse caso, a radiografia panorâmica é indicada para análise de toda a morfologia e as articulações delas.

Assim, é possível obter um amplo diagnóstico de doenças, como alterações degenerativas inflamatórias e infecciosas, como a artrose.

A radiografia panorâmica oferece riscos aos pacientes?

Como vimos até o momento, essa técnica de exame de imagem fornece uma visão completa das estruturas ósseas.

De modo geral, é considerada segura, porém, assim como em qualquer procedimento médico que envolve radiação, alguns pontos merecem atenção. São eles:

  • Exposição: mesmo que em pouca quantidade, ainda existe uma exposição à radiação. Por isso, os profissionais devem seguir diretrizes rigorosas, garantindo que essa exposição seja mantida dentro do mínimo necessário para que os resultados sejam significativos.
  • Gravidez: é aconselhado que mulheres grávidas evitem exposição desnecessária a níveis de radiação, principalmente se estão no primeiro trimestre de gestação. Existem casos nos quais a radiografia panorâmica pode ser necessária, desde que seja indicada por profissionais.
  • Frequência: nenhum exame realizado frequentemente é indicado. Quando se fala em exames de imagem, os profissionais de saúde responsáveis devem avaliar a necessidade de cada um, sempre com base nas condições clínicas do paciente.

O que achou do conteúdo? Esperamos que ele tenha sido enriquecedor e agregado conhecimentos.

Lembre-se: um exame realizado de forma segura demanda equipamentos de qualidade, patenteados e que estejam sempre calibrados e com a manutenção em dia.

A FutureMed é uma empresa do segmento médico que realiza a manutenção de equipamentos médicos e hospitalares focados no diagnóstico por imagem. Quer saber mais? Agende uma conversa conosco.

Mais Conteúdos
Radiografia Digital Dinâmica (DDR) e a sua revolução na saúde em 2024
Inteligência Artificial e suas aplicações na radiologia
Conheça o Mammo 1012C – Cassete-a-si para Mamografia