BLOG

Conheça as tecnologias oferecidas pela radiologia veterinária

Analisar os animais internamente vem facilitando cada vez mais o diagnóstico de possíveis doenças e complicações. 

Desse modo, é possível compreender que dominar a técnica radiológica veterinária é mais do que essencial para beneficiar a saúde dos animais sem deixar de usufruir da tecnologia.

Ao longo deste conteúdo, você irá conhecer algumas dessas tecnologias que usam a radiologia veterinária.

Acompanhe atentamente. Boa leitura!

O que é a radiologia veterinária?

O termo pode ser definido como uma área da medicina veterinária que vem ganhando cada vez mais espaço e importância. Ela engloba exames de diagnóstico por imagem, tratamentos e, até mesmo, o acompanhamento de algumas doenças que podem afetar os pets.

Nos casos em que são indicadas cirurgias, por exemplo, analisar e interpretar os resultados através de imagens é fundamental para um bom resultado do procedimento.

A radiologia é, sem dúvidas, uma área extensa. Por meio de procedimentos que usam esse método, torna-se possível diagnosticar pequenas fraturas, traumas, tumores e demais patologias, auxiliando no tratamento.

Desse modo, a radiologia veterinária permite que o profissional visualize detalhadamente e entenda a dimensão do problema, proporcionando diagnósticos concisos e certeiros.

4 tecnologias essenciais da radiologia veterinária

O setor radiológico é uma área que une diversos campos da medicina veterinária, fazendo com que se tenha inúmeros tipos de tecnologia.

Com isso, os procedimentos escolhidos podem variar conforme as necessidades de cada animal e a sua condição de saúde. 

A seguir, confira quatro tecnologias que fazem parte da radiologia veterinária.

1. Raio x

Exames de raio x são realizados através de radiações eletromagnéticas, produzindo imagens que permitem que os profissionais avaliem as estruturas ósseas, o tórax e o abdômen dos animais.

A realização do procedimento é indolor, apresentando resultados cada vez mais rápidos, principalmente quando comparados aos demais métodos de diagnóstico por imagem. Na maioria das vezes, a radiografia é empregada para que se tenha uma visão clara de locais pequenos ou específicos, como articulações e ossos, a fim de que sejam analisados minuciosamente.

De forma geral, o exame não demanda sedativos, salvo quando o animal apresenta desconforto, dor ou tensão que o impossibilita de ficar imóvel.

2. Tomografia

Outro método de diagnóstico por imagem que faz parte da radiologia veterinária é a tomografia. Ela permite a obtenção de imagens das estruturas internas dos animais, oferecendo a capacidade de observar as estruturas internas de maneira mais dinâmica, assim como nas radiografias.

A tomografia consiste na aplicação de uma pequena dosagem de radiação absorvida pelo animal, possibilitando uma avaliação mais completa de tecidos, órgãos e ossos. Ela é recomendada em casos que demandam a busca por metástases e tumores ou a preparação para cirurgias de fraturas.

3. Ressonância magnética

A ressonância na medicina veterinária ainda é uma tecnologia recente, estando disponível somente em alguns locais. Porém, seu uso proporciona benefícios aos animais, principalmente quando se trata da detecção de complicações internas.

Ela é utilizada para diagnósticos neurológicos ou anormalidades que estejam relacionadas ao sistema nervoso, ocorrendo somente por meio de sedação.

Com o uso dessa tecnologia, pode-se analisar alterações no comportamento das moléculas de hidrogênio, por exemplo. Diferentemente das tomografias e radiografias, esse exame não emite radiações ionizantes.

4. Ultrassonografia

A ultrassonografia é um exame muito solicitado por veterinários, principalmente, por causa de sua rapidez e garantia dos diagnósticos das mais variadas patologias. Esse exame de imagem é capaz de avaliar, de forma simples e indolor, todos os tecidos moles do corpo dos pets.

Não invasivo, ele oferece uma visualização em tempo real dos órgãos do animal, transformando em imagens e vídeos de qualidade para que o profissional realize uma análise detalhada. 

Ao longo deste conteúdo, vimos que são muitas as possibilidades de utilizar as tecnologias oferecidas pela radiologia veterinária, seja para exames ou para diagnósticos mais complexos.

Com tantas ferramentas à disposição, é fundamental que o profissional responsável domine as técnicas e conte com os melhores aparelhos radiológicos.

Conheça a FutureMed e toda a linha de equipamentos radiológicos especialmente desenvolvidos para o setor veterinário.

Mais Conteúdos
Saiba o que é e quais os melhores equipamentos de ressonância magnética do mercado
Alta performance em imagens radiológicas com o raio X GXR
Imagens radiológicas: você sabe como analisá-las?