Tudo o que você precisa saber sobre o Padi

Quando se fala em gestão de qualidade, é comum imediatamente pensarmos nas famosas e conhecidas ISOs. Mas os serviços de radiologia e diagnóstico por imagens contam com um programa próprio de referência nacional para a acreditação das atividades.

Conhecido como Programa de Acreditação em Diagnóstico por Imagem (Padi), ele visa ao incentivo e ao reconhecimento pelos serviços realizados no setor de imagem. Essa acreditação é, inclusive, uma das formas mais seguras de garantir a confiabilidade de um serviço.

Nesse sentido, preparamos este artigo para que você possa entender mais sobre o Programa e saber como obter a acreditação. Continue a leitura!

O que é Padi?

Criado em 2014, o Programa de Acreditação em Diagnóstico por Imagem tem o objetivo de beneficiar pacientes em todo território nacional através do incentivo à prática médica de qualidade na área de imagem, setor esse que só cresce.

As clínicas acreditadas pelo Padi passam a ser reconhecidas pela Agência Nacional de Saúde (ANS), sendo reconhecidas pelos melhores índices de qualidade, estabelecidos mediante a Lei n. 13.003/14, regulamentada ainda pela Resolução Normativa n. 364.

Entenda como o Padi funciona

O Programa atua com a definição dos critérios mínimos para uma acreditação do sistema de gestão de qualidade, voltado para os serviços de radiologia e diagnósticos por imagens.

Esses critérios podem e devem ser aplicados em qualquer porte de serviço, ou seja, o número de funcionários, de exames realizados e o perfil dos exames não interfere em nada. 

A acreditação tem duração de três anos, podendo ser renovada por meio de uma auditoria para reacreditação. São elegíveis para a acreditação Padi os seguintes serviços:

  • densitometria óssea;
  • mamografia;
  • medicina nuclear;
  • radiologia geral;
  • radiologia intervencionista;
  • ressonância magnética;
  • tomografia computadorizada;
  • ultrassonografia;
  • telerradiologia.

Além disso, a acreditação serve para clínicas públicas, particulares e filantrópicas, bastando que as suas normas e diretrizes sejam cumpridas corretamente.

Veja quem pode se beneficiar do Programa de Acreditação em Diagnóstico por Imagem

Sem dúvidas, os mais beneficiados com o Padi são os pacientes, pois a certificação estimula uma constante melhoria para a qualidade das clínicas e dos serviços prestados.

Mas as vantagens não são apenas para os pacientes. Atender a todas as normas e os  processos no momento da acreditação oferece maior segurança para os objetivos da organização, trazendo mais confiança com relação aos resultados gerados.

Clínicas e profissionais que optam pelo Programa passam por avaliações detalhadas e rígidas, proporcionando inúmeras oportunidades de melhorias ou correções, sem esquecer do desenvolvimento da equipe (através de treinamentos e capacitação) e da melhoria da imagem no mercado.

Quer participar do Padi? Veja como!

Como vimos, a acreditação pode ser obtida por clínicas e serviços de todos os portes. Para recebê-la, é essencial o enquadramento em critérios definidos nas normas do Programa.

Assim, podem se inscrever clínicas ou serviços que tenham os seguintes documentos:

  • alvará da prefeitura;
  • alvará da Vigilância Sanitária;
  • inscrição no Conselho Regional de Medicina (CRM);
  • inscrição do responsável técnico no CRM;
  • inscrição no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES).

Um portal para cadastro é disponibilizado para que as informações passem por uma avaliação inicial. 

Após o envio e a aprovação dos documentos, a instituição participa de uma auditoria presencial, na qual todos os critérios são avaliados formalmente. Estando dentro dos critérios exigidos, o serviço de imagem é tido como apto para receber a acreditação.

Esperamos que este conteúdo tenha ajudado você a compreender melhor o Padi e, ainda, como ele funciona.

Para mais assuntos como este, acompanhe nosso blog. Aproveite para nos seguir nas redes sociais Facebook e Instagram.

Mais Conteúdos
Radiografia Digital Dinâmica (DDR) e a sua revolução na saúde em 2024
Inteligência Artificial e suas aplicações na radiologia
Conheça o Mammo 1012C – Cassete-a-si para Mamografia