BLOG

Saiba o que é e quais os melhores equipamentos de ressonância magnética do mercado

Um exame de ressonância magnética permite que os profissionais analisem detalhadamente os tecidos humanos independentemente do tamanho dele. Por isso, o procedimento é visto como o melhor e mais indicado exame de diagnóstico por imagem.

Ao longo deste conteúdo, será possível entender o que é uma ressonância magnética, compreender os principais usos e conhecer os melhores equipamentos do mercado. 

Tenha uma boa leitura!

O que é ressonância magnética?

Ressonância magnética, ou RM como é popularmente conhecida, é um exame de imagem que dá ao profissional a possibilidade de ver as estruturas anatômicas do paciente, o que inclui ossos, músculos e processos biológicos, tudo isso sem a necessidade de procedimentos invasivos.

Toda a tecnologia utilizada para a realização do exame serve para gerar imagens detalhadas, sendo um método muito utilizado para o monitoramento de inúmeras condições de saúde, desde problemas no cérebro a doenças articulares.

Quais diagnósticos podem ser obtidos com a ressonância magnética?

Altamente versátil, a ressonância magnética pode detectar e avaliar uma enorme quantidade de condições médicas. Essa identificação ocorre graças ao campo magnético criado durante o procedimento, permitindo uma visualização detalhada do interior do corpo humano.

Muitos diagnósticos podem ser obtidos, entre eles, doenças vasculares, onde é possível avaliar aneurismas, tromboses, malformações vasculares, doenças pulmonares, tumores e demais anomalias. Mas não para por aí, o exame é muito utilizado para investigações de:

  • esclerose múltipla;
  • tumores cerebrais e na glândula pituitária;
  • infecções e inflamações no cérebro, na medula espinhal e nas articulações;
  • rompimento de ligamentos do pulso, joelho, tornozelo e ombro;
  • calcificações e tendinites;
  • cistos ou massas presentes nos tecidos macios do corpo, como nas mamas;
  • tumores ósseos, hérnia de disco e cistos na coluna;
  • acidente vascular cerebral (AVC) isquêmico ou hemorrágico;
  • espondilite anquilosante.

De forma geral, a RM é fundamental por conta da sua capacidade de fornecer imagens de alta resolução, sem que seja necessário o uso de radiação ionizante, tornando o exame adequado para monitoramento de pacientes a longo prazo.

A ressonância magnética é perigosa?

A ressonância magnética é um exame muito seguro, mas, como qualquer procedimento médico, demanda cuidados que devem ser levados em consideração por profissionais e pacientes.

O fato de não ter radiação ionizante elimina o risco relacionado com a exposição à radiação, sem esquecer que é um procedimento nada invasivo.

Além disso, seguindo as orientações dos profissionais, o procedimento é realizado com segurança e máxima eficácia, garantindo diagnósticos precisos e longe de qualquer tipo de risco.

Conheça os equipamentos para ressonância magnética FutureMed

Os exames de ressonância magnética são realizados por meio de um campo magnético, ondas de rádio e um computador, a fim de que as imagens dos órgãos, tecidos moles, ossos e demais estruturas internas sejam reproduzidas.

Mas, para garantir máxima eficácia, diagnósticos precisos e tratamentos eficazes, é crucial que se tenha equipamentos de qualidade.

Quando se trata de qualidade e tecnologia, a FutureMed entende do assunto. Veja os principais aparelhos de ressonância magnética disponíveis:

Ressonância Magnífico Open

Trata-se de uma recente tecnologia de ressonância magnética para garantir a qualidade dos diagnósticos. Junto a um ímã permanente, o aparelho garante baixos custos operacionais.

Com uma abordagem complementar, o Magnifico Open fornece imagens estáticas padrão com aquisição dinâmica em tempo real das articulações em movimento. Com base em uma longa experiência e sucesso da Esaote RM, o Magnifico tem uma tecnologia aplicada para atender às necessidades dos pacientes de forma eficaz.

Ressonância O-Scan

O aparelho para ressonância magnética O-Scan tem um design ergonômico, facilitando a visualização das imagens das articulações em movimento e proporcionando uma avaliação pós-operatória, por exemplo.

Podendo ser instalado com facilidade em qualquer ambiente, garante alto rendimento, fluxo de trabalho melhorado e aplicações cada vez mais avançadas.

Ressonância S-Scan

O S-Scan é um equipamento econômico, de fácil instalação, baixo consumo de energia e uma manutenção que pode ser realizada remotamente. Essas características fazem com que o aparelho seja adequado para ambientes com alta carga de trabalho.

Com uma configuração compacta, pode ser instalado em locais pequenos com apenas 9 m².

O que achou do conteúdo? Esperamos que com tanta informação tenha sido possível compreender o que é e muito mais sobre a ressonância magnética.

Para garantir os melhores equipamentos, fale com quem entende do assunto. Clique aqui e agende uma conversa com nossa equipe de especialistas.

Mais Conteúdos
Saiba o que é e quais os melhores equipamentos de ressonância magnética do mercado
Alta performance em imagens radiológicas com o raio X GXR
Imagens radiológicas: você sabe como analisá-las?