Conheça alguns equipamentos importantes de um centro de imagem

Montar e equipar um centro de imagem demanda dedicação e escolhas corretas, afinal, os equipamentos devem atender às necessidades do local e, claro, dos pacientes.

Os exames de imagem são decisivos para o tratamento das mais variadas patologias. E com as novas tecnologias, os diagnósticos estão cada vez mais precisos e eficientes.

Mas isso só é possível se os centros de imagem tiverem estrutura e aparelhos de qualidade. Justamente por isso, elaboramos esse conteúdo, no qual será possível entender a importância desses exames e, ainda, saber quais são os aparelhos fundamentais para o seu estabelecimento.

Entenda a importância da realização dos exames de imagem

É justamente com base nos exames de imagem que estruturas internas do corpo são observadas. Com os exames, os profissionais de saúde conseguem visualizar e identificar doenças, fraturas, tumores e outros para, assim, realizar diagnósticos com precisão.

Ter um centro equipado com aparelhos de qualidade e manutenções frequentes é a garantia de geração e fornecimento de imagens mais claras, sendo indispensável para proporcionar máxima segurança aos pacientes.

Com isso, entende-se que a principal importância de centros de imagens é proporcionar resultados que vão auxiliar especialistas na hora de identificar irregularidades e padrões presentes no organismo dos pacientes.

Equipamentos fundamentais e mais utilizados nos centros de imagens

Todo centro de imagem necessita de equipamentos hospitalares específicos, e alguns deles são indispensáveis.

Escolher os ideais é uma tarefa que demanda atenção, afinal, as necessidades dos pacientes devem ser atendidas. A seguir, confira os equipamentos que não podem faltar no seu centro de imagens.

Mamógrafo

Conhecido também como aparelho de mamografia, é indispensável para o diagnóstico do câncer de mama. O aparelho também utiliza raio X para a sua realização e, assim, pode-se avaliar possíveis alterações no tecido mamário, como nódulos ou cistos.

Ultrassom

Semelhante ao raio X, é um procedimento versátil, nada invasivo e se difere pelo não uso de radiação para que imagens sejam geradas. 

Seu funcionamento ocorre com base na emissão de ondas sonoras de alta frequência, o que gera imagens na hora e permite visualizar as partes internas dos órgãos, como bexiga, útero e estômago.

Ressonância magnética

Centros de imagem que desejam ter um aparelho de ressonância magnética devem saber que esse é um equipamento mais caro quando comparado aos demais. 

O grande benefício é permitir maior número de cortes. Isso quer dizer que as imagens da área a ser analisada são divididas em várias partes, tornando o diagnóstico mais completo e preciso.

Tomógrafo

Grande responsável pela realização de um dos exames mais modernos nos dias de hoje, a tomografia computadorizada, o aparelho faz uso direto de radiação ionizante durante a captura de imagens.

É um equipamento versátil, podendo ser utilizado para o diagnóstico de várias doenças e indicado para grandes demandas, uma vez que a apuração dos exames leva em média 15 minutos.

Raio X

Sem dúvidas, o equipamento mais utilizado e importante para a descoberta de diagnósticos e prognósticos. É um aparelho acessível para clínicas e pacientes, levando em consideração que sua funcionalidade atua na análise das mais variadas áreas.

Exames de raio X são considerados eficazes, uma vez que é possível obter resultados precisos em um único procedimento. Em sua maioria, são usados na identificação de problemas no tórax, abdômen, coluna, osso, bacia, crânio e problemas renais.

Opte por equipamentos de qualidade para seu centro de imagens

Apostar em equipamentos patenteados e com calibração e manutenção em dia é superimportante para os centros de imagens, principalmente aqueles que querem oferecer exames seguros e precisos aos seus pacientes.

Por isso, pense bem na hora de adquirir equipamentos, monitores e placas DXD. É necessário ir em busca de fornecedores confiáveis e de aparelhos que mantêm a qualidade de todos os resultados gerados.

Para isso, alguns devem ser tomados:

  • Manutenção preventiva: feita antes de o aparelho apresentar defeito ou mau funcionamento. Evita que ocorram falhas e que o equipamento fique parado, prejudicando o processo de atendimento.

  • Manutenção corretiva: deve ser evitada, porém, se acontecer, o atendimento deve ser urgente, para que o equipamento volte a funcionar rapidamente.

Que tal contar com a FutureMed? Uma empresa expert no assunto, que oferece atendimento de qualidade e todos os cuidados posteriores com os equipamentos. Além disso, é possível locar equipamentos novos, gastando menos e garantindo que estarão adequados à norma RDC n. 330/2019.

Conte com quem entende do assunto! Clique aqui e fale com a nossa equipe!

Mais Conteúdos
Tudo o que você precisa saber sobre o detector digital de raio x veterinário Mars 1417X – 1717X
EPIs na radiologia: saiba quais são e as maneiras seguras de se proteger